A pedido da Justiça Federal, técnicos da Universidade Federal do Pará e representantes do município, da Infraero e da Eletrobras Eletronorte estiveram na manhã desta terça-feira (28) no aeroporto para realizar uma vistoria e levantar as condições de operação para que os voos comerciais possam ser retomados já em 2019.

Participaram da vistoria, o Juiz Federal Hugo Abas Frazão, o chefe de Gabinete, Wilson Wischansky, os secretários municipais de Obras, Urbanismo e Habitação, Florisvaldo Vieira, e de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Hernandes Freitas Vaz, além de representantes da Infraero, Polícia Militar, Ministério Público Estadual, da Prefeitura de Breu Branco, de Novo Repartimento e UFPA.

A visita técnica, segundo explica o Juiz Federal, é avaliar as reais condições da estrutura do prédio, equipamentos e a pista de pouso. Para levantar de forma isenta as necessidades e o que já foi executado pela Prefeitura e a Eletrobras Eletronorte, um perito da Justiça Federal acompanhou a comitiva. “Todas as ações já realizadas bem como as que ainda carecem de atenção vão compor um relatório final que servirá como base para uma nova rodada de negociações entre as entidades envolvidas. Queremos com essa medida, garantir que o aeroporto voltará, em curto prazo, a receber voos comerciais”, explica o Juiz.

Hernandes Vaz, secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, observa que as manutenções preventivas já foram elencadas e a Prefeitura já está providenciando melhorias elétricas e hidráulicas além de providenciar a acessibilidade no prédio e banheiros. O conserto dos equipamentos de raio x e detectores de metal também compõem o plano de ação serão realizadas.

O perito Marlon Santos, explica que o laudo técnico encomendado pelo Judiciário vai servir como base e apoiar a decisão que vai possibilitar que o aeroporto volte a funcionar muito em breve. “A intenção é elencar todos os problemas que ainda carecem de solução por parte dos agentes envolvidos na manutenção e operação do aeroporto”, explica o perito.

O chefe de Gabinete, Wilson Wischansky falou sobre a importância da pareceria entre as Prefeituras da Região do Lago e a Eletrobras Eletronorte que está sendo construída para que o aeroporto volte a funcionar. O município vai ainda revitalizar a rodovia que interliga a cidade ao aeroporto. “O Prefeito tem dado todo apoio para que aconteça o mais breve possível a reabertura do aeroporto, que é de extrema importância para o desenvolvimento socioeconômico do município. A reabertura do aeroporto para voos comerciais deve trazer investimentos ao município”, avalia o chefe de Gabinete.

O aeroporto não está operando vôos comerciais desde janeiro de 2015, o que vem prejudicando não só a população da cidade, mas todos os municípios da região e a retomada dos voos comerciais é considerada de suma importância para alavancar o desenvolvimento na região do Lago.