Os indígenas da etnia Assurini, foram recebidos em audiência pelo prefeito Artur Brito na tarde desta quinta-feira (13), em pauta diversas dificuldades que atravessam cerca de 500 moradores da aldeia Assurini do Trocará. Entre as reivindicações apresentadas ao prefeito estão a formulação de uma data para a coleta de lixo doméstico e a reabertura do Centro Cultural na localidade, além da imediata recuperação das estradas que dão acesso a aldeia na zona rural do município.

O prefeito Artur Brito convocou os secretários Diego Bustamante (Obras) e Diego Toledo (Desenvolvimento Rural) para juntos darem uma solução imediata aos pleitos dos Assurinis. Ficando definido que uma força tarefa das Secretarias de Obras e Desenvolvimento Rural vai deslocar todo o maquinário necessário para a recuperação de todo o trecho que dá acesso a aldeia no próximo dia 24/06, garantindo maior segurança e comodidade no trânsito de veículos na localidade.

A prefeitura vai estabelecer com a empresa prestadora dos serviços de coleta de lixo domiciliar um calendário para que a coleta seja realizada na aldeia dos Assurinis, assim como a equipe da Secretaria de Obras vai realizar um estudo técnico para avaliar as necessidades de revitalização do prédio onde funcionava o Centro Cultural na aldeia, para sua preparação e retomada das suas atividades.

“Hoje avançamos em mais uma reunião produtiva com os nossos irmãos Assurinis, que trouxeram suas demandas e conseguimos atendê-los, resolvendo as dificuldades que afetavam os mais de 500 índios moradores da aldeia Assurini. É com o diálogo que vamos avançando com as metas estabelecidas por nossa gestão”, concluiu o prefeito Artur Brito.

Participou da reunião o chefe de gabinete Wilson Wischansky, o vereador Joaquim Pepino representando o Legislativo Municipal e Mateus Arrais (liderança jovem).