O Prefeito de Tucuruí Artur Brito acompanhado dos secretários Hernandes Vaz (Planejamento e Desenvolvimento Econômico e Diego Bustamante (Obras, Urbanismo e Habitação) foram recebidos em audiência pelo Superintende de Navegação Aérea da Infraero, Marcus Vinicius do Amaral Gurgel. Na oportunidade, Gurgel esclareceu a comitiva tucuruiense, que por determinação da presidência da Infraero, algumas operações de tráfego aéreo serão desativadas em alguns aeroportos em todo o pais, com a retirada dos equipamentos e servidores.

O fantasma do fechamento do aeroporto em Tucuruí, ocorreu em função aos recentes furtos de equipamentos e cabos elétricos no Aeroporto, por este motivo, a Infraero decidiu paralisar as atividades da Estação Prestadora de Serviços de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo (EPTA).

Ao final da audiência com Gurgel, ficou acordado que a Prefeitura de Tucuruí, realizará a implantação em caráter emergencial, dos equipamentos e sistemas necessários para monitorado 24h do local, possibilitando maior segurança ao patrimônio da Infraero que se encontra instalado no aeroporto de Tucuruí.

Diante deste compromisso, em atendimento ao pedido do prefeito Artur Brito, o Superintendente oficializou que nenhum equipamento da estação será retirado do aeroporto.

O fantasma do fechamento do aeroporto em Tucuruí, ocorreu em função aos recentes furtos de equipamentos e cabos elétricos no Aeroporto, por este motivo, a Infraero decidiu paralisar as atividades da Estação Prestadora de Serviços de Telecomunicações e de Tráfego Aéreo (EPTA).

Ao final da audiência com Gurgel, ficou acordado que a Prefeitura de Tucuruí, realizará a implantação em caráter emergencial, dos equipamentos e sistemas necessários para monitorado 24h do local, possibilitando maior segurança ao patrimônio da Infraero que se encontra instalado no aeroporto de Tucuruí.

Diante deste compromisso, em atendimento ao pedido do prefeito Artur Brito, o Superintendente oficializou que nenhum equipamento da estação será retirado do aeroporto. Artur Brito saiu da audiência otimista e convicto que as buscas de recursos e investimentos junto aos órgãos do Governo Federal para Tucuruí e toda a região, tem dado resultados. Exemplo é que os municípios não serão penalizadas ou ficarão descobertos sem o importante serviço que vem sendo prestado através do aeroporto de Tucuruí.

“Viemos a Brasília em busca de solucionarmos este problema, que, diga-se de passagem, vinha se arrastando há anos, e foi uma “herança maldita” recebida em nosso governo, mas sinto-me gratificado de poder equacionar uma situação que chegaria ao fechamento total do nosso aeroporto. “Conseguimos a manutenção da Estação da Infraero, agora o próximo passo e ir em busca da viabilidade de convênio com a Secretaria Nacional de Aviação Civil, para a implantação de uma Estação Meteorológica de Superfície Automática (EMS-A), esse equipamento, tem a mesma autonomia do monitoramento que hoje e prestado pela Infraero, e o que é melhor, de forma digital e automática na realização da comunicação com as aeronaves”, concluiu  Artur Brito.