Lei Orçamentária Anual e Estrutura Organizacional já estão disponíveis para consulta

Já estão disponíveis para consulta e download no site da Prefeitura de Tucuruí a Lei Orçamentária Anual 2018-2021 e a Estrutura Organizacional da administração Pública Municipal . Os documentos podem ser acessados pelos links:

 

Lei Orçamentária Anual:

Clique aqui para visualizar

Estrutura Organizacional:

Clique aqui para visualizar

 

Tucuruí se prepara para vacinação contra vírus influenza

Imunização ocorre de 23 de abril a 1 de junho. No dia 12 de maio acontece o dia D da mobilização nacional

Anote na agenda: no dia 23 de abril de 2018 começa a Campanha Nacional de Vacinação contra o Influenza, estratégia do Ministério da Saúde para diminuir o impacto da gripe em todo o país. O Dia D, considerado a data mais importante de mobilização nacional, está marcado para 12 de maio, um sábado.

Em Tucuruí, a Prefeitura, por meio da Coordenação de Imunização, ligada à Secretaria de Saúde, realizará a vacinação no período de 23 de abril a 1 de junho. No dia 12 de maio, dia D da mobilização nacional, todas as Unidades de Saúde do município estarão recebendo a população durante todo o dia para que seja feita a imunização.

Além de indivíduos com 60 anos ou mais, serão vacinadas crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os trabalhadores da saúde, os professores das escolas públicas e privadas, indígenas, grupo portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clinicas especiais, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, além de detentos e os funcionários do sistema prisional.

Conforme o Ministério da Saúde, em 2018, a meta é vacinar 90% de cada um dos grupos prioritários. Em 2017 a Prefeitura de Tucuruí atingiu todas as metas preconizadas pelo Ministério da Saúde.

A coordenadora de Imunização, Genislane Ferreira, explica que a campanha ocorre anualmente, sendo um dos meios de prevenir a doença causada pelo vírus influenza e suas complicações. A vacinação é importante por apresentar um impacto indireto na diminuição das internações hospitalares, da mortalidade evitável e dos gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias.

Se você faz parte dos grupos de risco para complicações da doença (veja mais abaixo), sua participação é primordial. A gripe é uma doença séria, que mata mais de 650 mil pessoas todos os anos, de acordo com um recente levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS). Além de causar aqueles sintomas clássicos — febre alta, nariz entupido, cansaço e dor no corpo —, ela está por trás de complicações como pneumonia e infarto.

PREVENÇÃO

Lavar as mãos com água e sabão com frequência é a principal recomendação para prevenir a gripe. Isso porque as mãos são um importante veículo de transmissão do vírus da gripe, como a influenza. É importante evitar tocar os olhos, boca e nariz após o contato com essas superfícies até lavar as mãos.

Outras recomendações são: evitar compartilhar objetos de uso pessoal e permanecer em ambientes sem ventilação e com aglomeração de pessoas.

Por Denis Aragão|Ascom Prefeitura de Tucuruí

Datas de pagamento do 1º semestre para os servidores municipais

O Calendário de pagamentos de salários dos servidores para o 1º semestre/2018:
Parágrafo 1º do Artigo 459 da CLT § 1º estipula que quando o pagamento houver sido estipulado por mês, deverá ser efetuado, o mais tardar, até o quinto dia útil do mês subsequente ao vencido, que serão nas datas:

Março de 04 a 06/04;
Abril de 02 a 04/05;
Maio de 04 a 06/06;
Junho de 04 a 06/07.

Você pode estar verificando o seu Contra-Cheque através do nosso site:  Clicando Aqui 

Seguindo as Seguintes instruções:

Procure por Agente Público e clique em Área Restrita do Agente Público.
Ao Clicar no Botão irá aparecer o Acesso restrito com usuário e senha.
O Usuário está descrito no número da Matrícula do seu holerite e a senha é o seu CPF, Por Exemplo:
Usuário: Matrícula
Senha: CPF

A senha de acesso pode ser alterada para uma senha de preferência sua no sistema, mas não pode-se mudar o número de matrícula do Usuário.

OBS: Caso tenha problemas ao acessar o seu contra-cheque e o número da sua matrícula começar com o número (0), retire o número e deixe apenas o restante.

Tucuruí declara situação de emergência nas áreas afetadas por enxurradas

Por meio do Decreto nº 008/2018 a Prefeitura de Tucuruí declarou Situação de Emergência nas áreas do município afetadas por enxurradas. O decreto autoriza a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil de Tucuruí.

O município já adotou as medidas necessárias com ações em resposta ao desastre, 38 famílias já estão sendo assistidas em abrigo na área da Expotuc, toda a infraestrutura necessária foi disponibilizada aos desabrigados, inclusive o decreto autoriza a convocação de voluntários para reforçar as ações de assistência e de apoio às famílias impactadas pelas cheias.

Desabrigados estão sendo assistidos pela Prefeitura de Tucuruí

Ações de prevenção e atendimento são direcionadas para cerca de 500 famílias que anualmente são atingidas pela elevação das águas do Rio Tocantins (Fotos Nilton César)

Estrutura dos abrigos no Parque de exposições, transporte para a remoção dos atingidos e segurança para as famílias são algumas das ações emergenciais que estão sendo tomadas pela Prefeitura de Tucuruí

 

As ações para a evacuação aos atingidos pela enchente do rio Tocantins em Tucuruí foram iniciadas nesta quinta-feira (22) pela Defesa Civil do município. As equipes do órgão estão monitorando o nível do rio e visitando as áreas de maior risco de cheia. 30 famílias já foram atingidas pela cheia em Tucuruí, cerca de 120 pessoas, que estão alojadas no Parque de Exposições de Tucuruí e estão recebendo apoio do município, desde a remoção até as instalações e infraestrutura.

 

Nédia Amorim, coordenadora da Defesa Civil observa que desde sábado o órgão monitora o nível do rio e já nas primeiras horas de hoje iniciaram os trabalhos de evacuação das áreas alagadas.

 

A coordenadora lembrou que desde 17 de março, a Defesa Civil está alerta para a possível enchente. “Nos próximos dias, todas as ações para resguardar pessoas e seus pertences serão realizadas pela prefeitura por meio de uma equipe de acompanhamento. Ninguém ficará sem atendimento”, disse a coordenadora.

 

Até a tarde desta segunda-feira, já haviam sido remanejadas para os abrigos, 30 famílias impactadas pela cheia.

 

Estrutura dos abrigos no Parque de exposições, o transporte para a remoção das famílias atingidas, apoio aos desabrigados e a segurança no local em que permanecerão abrigadas as famílias são algumas das ações emergenciais que já foram tomadas pelas autoridades locais.

 

O nível do rio Tocantins está hoje em 11,49 metros e a previsão é atingir 12,10 metros até a próxima quinta-feira (29). Cerca de 120 pessoas estão alojadas no Parque de Exposições de Tucuruí e a Prefeitura está dando apoio, desde a remoção até as instalações e infraestrutura, contudo, muitas famílias insistem em não sair de suas casas.

 

Defesa Civil já iniciou os trabalhos de limpeza da área onde estão sendo construídos os abrigos provisórios. A previsão é que o Tocantins atinja 11,86 metros já nesta terça-feira (27) o que vai acarretar no remanejamento de mais pessoas, principalmente do bairro Matinha.

 

As ações de prevenção e atendimento são direcionadas para cerca de 500 famílias que anualmente são atingidas pela elevação das águas do Rio Tocantins.

Assinado protocolo de implantação do Distrito Pesqueiro de Tucuruí

Com o desenvolvimento da piscicultura na região do lago, cerca de 35 mil famílias serão beneficiadas

O ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, esteve em Tucuruí nesta sexta-feira (9), para anunciar a liberação de R$ 2 milhões para a execução de obras de prevenção e pavimentação de ruas na cidade. Acompanhado do prefeito Bena Navegantes, diversos deputados da bancada paraense e autoridades locais, foi assinado o Protocolo de Intenção para implantação do Distrito Industrial de Aquicultura de Tucuruí.

Com a assinatura do documento, Tucuruí poderá se tornar referência na produção de pescado na região do Lago e no Norte do País.

A cerimônia aconteceu no ginásio poliesportivo Ismaelino Pontes. O ministro assinou ainda a Ordem de Serviços para a construção de pontes no município. Com investimentos na ordem de R$ 1,8 milhão serão construídas as pontes nas ruas Tancredo Neves e Deodoro de Mendonça e as duas no Cais da cidade.

O ministro Helder Barbalho falou da importância da implantação do distrito para reaquecer as economias dos municípios da região. A ideia é criar um novo ciclo de desenvolvimento de Tucuruí para dar oportunidade de emprego para milhares de pessoas em sete municípios. “Queremos garantir que essa população possa ter garantias futuras de emprego e renda. Tucuruí e a região poderão ter um novo ciclo econômico e assim se desenvolver mais ainda”, disse o ministro reiterando o compromisso de trabalhar pela região.

O Prefeito Bena Navegantes em seu discurso enfatizou que o projeto de piscicultura de Tucuruí será retomado pela atual gestão e por meio de parcerias, o projeto vai se tornar realidade. “A nossa intenção é garantir toda a estrutura necessária para o aproveitamento e beneficiamento do pescado do Lago de Tucuruí. Queremos implantar toda a cadeia produtiva do pescado com laboratório de alevinos, criação em tanque-rede, em tanque escavado, fábrica de ração, frigorífico onde o peixe será filetado, fábrica de gelo, caminhão frigorífico e toda a estrutura necessária para consolidar Tucuruí e a região como importante polo piscicultor na região Norte”, explica o prefeito.

Quando entrar em atividade, o distrito piscicultor fará com que Tucuruí faça parte da rota dos municípios com grande potencial de produção de pescado, trazendo mais geração de emprego e renda. Os investimentos para a implantação de obras e serviços em Tucuruí são na ordem de R$ 9,2 milhões.

Com o desenvolvimento da piscicultura na região do lago, cerca de 35 mil famílias serão beneficiadas pelo projeto, encabeçado pela Prefeitura de Tucuruí. Quando instalado, o polo vai beneficiar os municípios de Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará, Jacundá, Nova Ipixuna, Itupiranga e Novo Repartimento.

Por Denis Aragão|Fotos Rafael de Souza|Aldeney Moraes

Prefeitura esclarece sobre casos de Doença de Chagas

NOTA DE ESCLARECIMENTO REFERENTE AOS CASOS DE DOENÇAS DE CHAGAS EM TUCURUÍ

A Vigilância Sanitária e a Epidemiológica de Tucuruí estão em alerta máximo nas últimas semanas com a doença de Chagas que acometeu uma família da cidade. Até agora três casos já foram confirmados pelo Laboratório Central do Estado do Pará – LACEN/PA, mas com a forma aguda da doença.

Confira a Nota Técnica

Os três pacientes com a doença de Chagas estão recebendo acompanhamento ambulatorial e sendo medicados. Os outros membros da família, que também consumiram o produto, estão sendo acompanhados pela equipe da secretaria municipal de Saúde e já realizaram os exames laboratoriais necessários.

Pelas investigações realizadas pela equipe de saúde aumentam as suspeitas que o alimento envolvido no surto, seja o vinho do açaí, pois os pacientes relataram à equipe que consumiram açaí manipulado em uma amassadeira localizada na área urbana do município que após visita in loco pela equipe da Vigilância Sanitária, foi constatado que o estabelecimento já não está em funcionamento.

A Prefeitura de Tucuruí irá realizar uma reunião emergencial na próxima sexta-feira (9), para intensificar as Campanhas de Conscientização das boas práticas no preparo do vinho de açaí para os produtores, assim como as inspeções nos estabelecimentos.

CONFIRA A ÍNTEGRA DA NOTA TÉCNICA

NOTA INFORMATIVA SOBRE CASOS DE DOENÇAS DE CHAGAS NO MUNICÍPIO DE TUCURUÍ

A Prefeitura de Tucuruí, através da Secretaria Municipal de Saúde, informa que foram confirmados três (03) casos em Tucuruí com a Doença de Chagas pelo Laboratório Central do Estado do Pará – LACEN/PA. Segundo as Coordenações municipais de Vigilância Sanitária e Epidemiológica, todas as pessoas infectadas são da mesma família e apresentaram a forma aguda da doença.

A principal forma de transmissão da doença de Chagas na região Amazônia é por via oral e um dos alimentos mais envolvidos nesses surtos é o vinho do açaí, devido à falta das boas práticas de higiene na produção do mesmo.

Pelas investigações realizadas pela equipe de saúde aumentam as suspeitas que o alimento envolvido no surto, seja o vinho do açaí, pois os pacientes relataram à equipe que consumiram açaí manipulado em uma amassadeira localizada na área urbana do município que após visita in loco pela equipe da Vigilância Sanitária, foi constatado que o estabelecimento já não está em funcionamento.

. Outro fato, que levou as autoridades sanitárias a suspeitar que a contaminação se deu pelo açaí é que as pessoas da família encontraram dentro da embalagem um inseto, muito parecido com o barbeiro, inclusive informaram à Vigilância Sanitária local, porém não haviam guardado nem a amostra do açaí e nem o inseto.

No dia 27/01/18, passados 15 dias do consumo do açaí, alguns membros da família começaram a apresentar os sintomas (febre persistente, astenia, diarreia e vômito). Os mesmos procuraram uma unidade de saúde, onde foram coletadas as amostras de sangue desses pacientes e encaminhadas ao LACEN/PA.

No dia 01/03/18, a coordenação de Vigilância epidemiológica recebeu a confirmação do LACUN/PA dos casos suspeitos.

Os três pacientes confirmados com doença de Chagas estão fazendo acompanhamento ambulatorial com medicação. Os outros membros da família, que consumiram também o produto, estão sendo acompanhados pela equipe de saúde e já realizaram os exames laboratoriais necessários no sentido de detectar o mais rapidamente possível, caso estejam com a doença.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que os profissionais de saúde das Unidades de Saúde estão sendo orientados para ficarem em alerta para qualquer caso suspeito com sintomas da doença de Chagas.

DOENÇA DE CHAGAS E O AÇAÍ

A doença de Chagas é uma inflamação causada pelo parasita Trypanosoma cruzi, transmitida pelo barbeiro (Triatoma brasiliensis), e seus sintomas parecem muito com o da Malária, entre os principais sintomas estão febre, inchaço e problemas cardíacos, que, em estado mais avançado, levam o paciente à morte.

ADOÇÃO DE BOAS PRÁTICAS NO PREPARO DO AÇAÍ AJUDA NA PREVENÇÃO

A contaminação ocorre quando há falta de higiene no processo de beneficiamento do açaí, por isso devemos ter cuidado com todo e qualquer alimento consumido. A coordenadora da Vigilância Sanitária ressalta que, o açaí não pode ser visto como vilão, o vilão é a falta de higienização no preparo do produto. É necessário o comprometimento de todos os envolvidos na cadeia produtiva para melhorar a qualidade do processamento do fruto para obtenção de um produto seguro.

A técnica do peneiramento e lavagem associada à do branqueamento do açaí é de fundamental importância para minimizar os riscos de contaminação do produto.

A Coordenação de Vigilância Sanitária informa que vem realizando campanhas de conscientização dos produtores em relação às boas práticas de higiene na produção do açaí. Em julho do ano de 2017, foi realizado o Curso de Capacitação para 138 batedores de açaí do município de Tucuruí pelos técnicos da Divisão de Controle de Qualidade dos Alimentos da SESPA em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, através do Departamento de Vigilância Sanitária.

A Prefeitura de Tucuruí, através do Departamento de Vigilância Sanitária irá intensificar as Campanhas de Conscientização das boas práticas no preparo do vinho de açaí para os produtores, assim como as inspeções nos estabelecimentos.

As Coordenações municipais de Vigilância Sanitária e Epidemiológica realizarão nesta sexta-feira (9), uma reunião emergencial com todo os envolvidos com amassadeiras de açaí, para cobrar a intensificação das técnicas já repassadas através dos cursos de boas práticas no processo de beneficiamento do produto em 2017.

Prefeitura de Tucuruí – Novos Rumos de Desenvolvimento

Secretaria Municipal de Saúde de Tucuruí

Departamentos de Vigilância Sanitária e Epidemiológica

 

 

 

 

Implantação do Polo Pesqueiro de Tucuruí será retomado

Projeto de piscicultura será retomado pela atual gestão e o prefeito Bena Navegantes

Passo decisivo para transformar Tucuruí em referência na produção de pescado na região acontece nesta sexta-feira (9) com a presença do ministro Helder Barbalho.

Um passo importante para a implantação do Polo Industrial de Aquicultura de Tucuruí será dado nesta sexta-feira (9). Com a presença do Ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, o prefeito Bena Navegantes vai assinar o Protocolo de Intenção para a Criação do tão sonhado Polo. A cerimônia acontecerá às 9h no ginásio Ismaelino Pontes e na oportunidade será assinada ainda a Ordem de Serviços para Construção de Pontes no município.

Passado mais de 10 anos esquecido, o projeto de piscicultura será retomado pela atual gestão e o prefeito Bena Navegantes vem realizado diversas reuniões e formalizando parcerias para que o projeto seja implementado.

A intenção é fomentar toda a estrutura necessária para o aproveitamento e beneficiamento do pescado do Lago de Tucuruí, fomentando no município toda a cadeia produtiva do pescado com laboratório de alevinos, criação em tanque-rede, em tanque escavado, fábrica de ração, frigorífico onde o peixe será filetado, fábrica de gelo, caminhão frigorífico e toda a estrutura necessária para consolidar a região como importante polo piscicultor na região Norte.

Para que o projeto saia enfim do papel, a Prefeitura já iniciou a limpeza da área onde foram realizadas as obras de construção dos tanques escavados. A área do polo pesqueiro fica às margens do Lago de Tucuruí, às proximidades do aeroporto. Quando entrar em atividade, o Polo fará com que Tucuruí faça parte da rota dos municípios com grande potencial de produção de pescado, trazendo mais geração de emprego e renda.

Com o apoio necessário para o desenvolvimento da piscicultura na região do lago, cerca de 35 mil famílias serão beneficiadas pelo projeto, encabeçado pela Prefeitura de Tucuruí. Quando instalado, o polo vai beneficiar os municípios de Tucuruí, Breu Branco, Goianésia do Pará, Jacundá, Nova Ipixuna, Itupiranga e Novo Repartimento.

Serviço

Cerimônia assinatura do Protocolo de Intenção para criação do Polo Industrial de Aquicultura de Tucuruí e Ordem de Serviços para Construção de Pontes no município. 

Dia 9 de março de 2018 (sexta-feira)

Às 9h no Ginásio Poliesportivo Ismaelino Pontes

 

Campanha de combate ao Aedes aegypti atua nas Ilhas e aldeia Assurini

Agentes de endemias participam da força tarefa

As Secretarias de Saúde, de Meio Ambiente e o Departamento de Endemias realizam um grande mutirão educativo e preventivo de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya, Zika, na comunidade Indígena Assurini do Trocara e nas ilhas do Lago de Tucuruí.

A ação é uma realização da Prefeitura de Tucuruí em parceria com a Secretaria de Saúde Pública do Estado do Pará (SESPA) e seguirá até sábado (3).

Agentes de endemias participam da força tarefa, sendo realizadas atividades de orientação e conscientização junto aos moradores para eliminar os focos do mosquito. Além de combater as doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, os agentes também estão realizando a coleta de lâminas de malária.

Tucuruí inicia mutirão para combater mosquito Aedes Aegypti

Mobilização da sociedade é fundamental para que a campanha tenha êxito. Mutirões percorrerão diversos bairros do município até maio

Um grande mutirão em combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, zica e Chikungunya, foi realizado nesta sexta-feira (23), sendo o bairro Jardim Alvorada o primeiro a receber a força tarefa. Com o tema “Vamos quebrar o Ciclo do Mosquito Aedes” a Campanha 2018 vai atingir todos os 40 bairros de Tucuruí.

A Prefeitura de Tucuruí é a realizadora da campanha e a força tarefa é formada por profissionais das Secretarias de Saúde, de Meio Ambiente (Departamento de Educação Ambiental – DEA), Departamento de Endemias e conta com a parceria do Exército Brasileiro, GAMASP, Lideranças Comunitárias e da empresa Sancil Ambiental.

Cerca de 80 agentes adentraram em todas as ruas do bairro, batendo de casa em casa, vistoriando os quintais e conscientizando os moradores sobre a importância da prevenção. Na ação, foram entregues panfletos, recolhido os entulhos e detectados e eliminando vários focos do mosquito.

“Estamos realizando um intenso trabalho nos bairros, Unidades de Saúde, escolas buscando conscientizar e educar a população. A meta é eliminar os focos do mosquito em todos os bairros da cidade”, explica Weber Galvão, secretário de Saúde.

Para ele, a mobilização da sociedade é fundamental para que a campanha tenha êxito. “Vale a repetição das informações: elimine a água parada, evite a água acumulada, vistorie as caixas d’água, dentre outras ações de prevenção”, orienta o secretário.

As casas que estavam fechadas ou que os moradores se recusaram a abrir para a equipe adentrar e verificar o quintal e conversar foram identificados com um adesivo. “Estamos aqui para dar segmento na campanha de conscientização junto à comunidade, porque entendemos que é necessária essa integração do governo com a sociedade. Pedimos o apoio e agradecemos a todos que estão aderindo ao combate do mosquito”, observa a secretária adjunta de Saúde, Shirley Furtado.

CAMPANHA VAI ATÉ MAIO 

Durante todo o período de campanha, que acontece até maio, todas as Unidades de Saúde do município estarão realizando o atendimento dos casos suspeitos das doenças.

Os mutirões percorrerão diversos bairros do município, e nos bairros onde o índice de infestação pelo mosquito está elevado, o Departamento de Endemias dará prioridade para que os índices sejam reduzidos.

Entre os dias 8 e 13 de janeiro foi realizada uma pesquisa de campo em todos os bairros do município para identificar os maiores índices de infestação do mosquito.

Matinha, Jardim das Flores, Jardim Alvorada, Colinas e São Francisco são os cinco bairros que apresentaram os índices mais elevados. Nesses bairros, os trabalhos de educação, prevenção, fumacê e tratamento serão redobrados.

“Espero que as pessoas se conscientizem e façam sua parte para combater o mosquito”, ressalta a moradora do bairro, Sebastiana Soares.

No próximo dia 1º de março, será a vez do bairro Jardim das Flores receber as ações do mutirão.

BONS RESULTADOS

Devido ao efetivo trabalho de conscientização, educação e combate que vem sendo realizado pela Prefeitura, Tucuruí, de acordo com levantamento Epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde Pública (SESPA), está fora da lista dos municípios com maiores índices de caso das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes.

Por Denis Aragão | Reportagem Matheus Vale | Fotos Aldeney Moraes