Educação Inclusiva nos IX Jogos Paradesportivos 

 

A alegria tomou conta da quadra da EMEIF Zolima Tenório, no bairro do Paravoá, na manhã desta terça-feira, 12. O espaço foi o cenário da abertura dos IX Jogos Paradesportivos do município de Tucuruí. O objetivo da competição é promover, por meio da prática de esportes adaptados, a inclusão social de 400 alunos com deficiência matriculados regularmente na rede pública de ensino do município.

A professora Devanilde Ranieri, coordenadora dos jogos, destacou a importância do evento para a vida dos alunos. “Os Jogos são necessários para todas as crianças da nossa região. Esse dia ficará marcado para sempre na memória e no coração dos estudantes”.

A prática esportiva é o ambiente que mais inclui o aluno com deficiência nas escolas públicas de Tucuruí. Segundo a professora Elizabeth Mendes, diretora da EMEF Odinéia Leite Caminha, as atividades favorecem a inclusão social por conta das habilidades que os estudantes desenvolvem ao longo do ano. O atletismo e o futsal estão entre as modalidades com maior volume de participação dos estudantes.

Os Jogos Paradesportivos envolvem os alunos com deficiências auditivas, físicas e mentais. A programação de abertura do evento reuniu os pais ou responsáveis e o corpo pedagógico das escolas participantes. A alegria marcou o desfile das delegações e a emoção tomou conta do ginásio durante a execução do Hino Nacional Brasileiro.

A dona de casa Marluce Raiol, que acompanhou a filha Bruna na programação de abertura, ressaltou a relevância dos Jogos Paradesportivos na vida da estudante. “Hoje com o ParaJets a gente percebe que os estudantes procuram mostrar as suas aptidões. Esse momento irá contribuir para o desenvolvimento de cada criança aqui presente. Agradeço o apoio da Prefeitura para realização desse evento”, disse.

Os Jogos seguem até esta quarta-feira, 13, na quadra da escola Zolima Tenório. As disputas mais esperadas são de Goalboal, Vôlei Sentado, Corrida de Cadeira, Cabo de Guerra, Slikeline, Futebol Cooperativo e o Estoura Balão.

Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (AEPETI)

A Prefeitura Municipal de Tucuruí, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social e do Departamento de Ações Estratégicas do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (AEPETI), realizará o II Seminário Sobre o Trabalho Infantil no município, onde ocorrerá a apresentação do diagnóstico sobre o assunto . O semanário, também, irá discutir os resultados e eleger  membros para compor a AEPETI. Nossas crianças precisam de todo o apoio e cuidado, carinho e respeito, educação e dignidade.

Participe, essa luta também é de vocês.

E nesta terça-feira, dia 12, a partir das 13h30, no CRAS CEU Santa Mônica, atrás da Rodoviária.

Prefeitura de Tucuruí, juntos fazendo o bem.

Quando o esporte dá alegria aos estudantes de Tucuruí

Estudante Mayana Joana e sua seleção campeã do futsal feminino

Um dia foi pouco para tanta festa e felicidade aos alunos que participaram dos XXIII Jogos Estudantis de Tucuruí (JETS). A estudante Mayane Joana, 14, festejou muito o título de campeã do futsal feminino da competição e levará o troféu para EMEF Manoel Carlos da Silva. A jovem quer seguir no esporte junto com as amigas de turma e de bola. “Vamos continuar sim, porque queremos seguir na carreira de atleta de futsal profissional”, disse a moça. A festa de encerramento premiou os campeões e vice-campeões de todas as modalidades coletivas e individuais dos jogos.

Os JETS foram realizados no período de 01 a 09 deste mês, envolvendo o universo do ensino fundamental de Tucuruí da faixa etária de 11 a 16 anos.

Na programação de encerramento e premiação, o secretário municipal de Educação e Cultura, Roberval Rodrigues, destacou ser fundamental a realização do evento pelos aspectos agregador, disciplinar e de integração do montante de cinco mil alunos do sistema público e particular do ensino fundamental de Tucuruí. “Os JETS são grandiosos. Não temos nenhuma programação com tamanha dimensão. É uma mostra de que a educação pública de Tucuruí é realizada de maneira séria e com resultados positivos com alunos desenvolvendo projetos expressivos em feiras culturais e até ciências da robótica”, contou. “Também podemos destacar a educação inclusiva dos nossos alunos indígenas”, completou.

Os JETS exigem dos participantes compromissos e resultados em sala de aula. Segundo a professora Devanilde Ranieri, coordenadora do evento, o critério de seleção impõe ao aluno boas notas, assiduidade e não estar devendo matéria em seu ano letivo. O resultado disso são alunos com bom desempenho escolar e futuros atletas de modalidades esportivas rentáveis e com grau de ascensão social. O caso da Mayane é um exemplo. O professor dela, Antônio Maria Gaya, diz que a jovem tem grande talento para o futsal, bastando apenas “lapidar” o potencial esportivo e Tucuruí terá uma grande atleta. “Ela é uma excelente jogadora de futsal, mas ainda precisa controlar essa ansiedade, que é natural da juventude”, avaliou o professor.

Os XXIII JETS se encerraram no último sábado, durante solenidade de entrega de troféus e medalhas aos campeões e vices de cada modalidade. A coordenação do evento agradeceu a participação de todos e rendeu homenagens aos professores, árbitros e servidores dos órgãos envolvidos. As modalidades coletivas foram: futsal, handebol, basquete e vôlei. No individual: atletismo, judô e natação. Ao grito de “é campeão”, os estudantes se despediram de competição, que em 2020, promete ser ainda melhor.

 

Secretário Roberval Rodrigues

Texto: Selma Amaral

Fotos: Rauber Soares

Aceso fogo olímpico dos I Jogos Escolares do Ensino médio de Tucuruí (JEEMS)

Está aceso o fogo olímpico dos I Jogos Escolares do Ensino Médio de Tucuruí (JEEMS). A chama permanecerá iluminando o ginásio poliesportivo Ismaelino Pontes até o final da competição daqui a oito dias. Os JEEMS têm grande significado social e educativo porque devolveram aos alunos do ensino médio de todas as escolas públicas e particulares, além do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPA) do Tucuruí, a oportunidade de mostrarem o talento esportivo que dorme no coração de cada um. O evento foi idealizado pela Secretaria Municipal de Esportes e Juventude, envolvendo 400 alunos de nove escolas, nas modalidades de futsal, handebol, voleibol e basquete. Os confrontos começam nesta segunda-feira, 11.

A cerimônia de abertura dos I JEEMS reuniu centenas de estudantes, professores, familiares dos alunos, secretários municipais, vereadores e o prefeito Artur Brito. Houve desfile das delegações das nove escolas participantes. Os pavilhões nacional, estadual e municipal foram erguidos pelos estudantes Luan Figueira, Yago Pereira e Lucas Cruz, respectivamente. A estudante Vanessa Karina conduziu o juramento do atleta. A programação ainda apresentou número de danças contemporâneas e de ginástica rítmica.

O momento mais esperado da abertura dos Jogos foi o acendimento da pira olímpica. Os alunos da EEEM Rui Barbosa, uma das mais tradicionais de Tucuruí, conduziram a tocha até a pira que está posicionada no ponto mais alto do ginásio. A cerimônia do acendimento do fogo olímpico é histórica e remonta à Grécia da antiguidade, onde os primeiros jogos foram criados e se perpetuaram na humanidade. “E nós queremos que esses Jogos Estudantis do Ensino Médio virem tradição em nossa cidade, porque é destinado aos estudantes do ensino médio que não tinham essa programação. Além do entusiasmo dos alunos, queremos combater a ociosidade e valorizar a saúde e a prática esportiva”, destacou o prefeito, que também não escondeu a emoção em recordar seus tempos de estudante. “É muito bom tudo isso, é muito gostoso relembrar nossos tempos de estudantes, estou muito feliz em poder estar aqui nessa solenidade junto com essa garotada do bem”, completou.

Os I Jogos Estudantis do Ensino Médio de Tucuruí foram idealizados no início desse ano para contemplar uma faixa etária com idade acima de 16 e 17 anos. Segundo o professor Olavo Rocha, coordenador pedagógico da competição, isso ganha condições de o município de Tucuruí formar seleções para disputar a fase regional dos Jogos Escolares Paraenses (JEPS), que é caminho para os Jogos Escolares Brasileiros (JEBS). “Será interessante porque os jogos escolares agregam valor cívico, disciplinam e formam grandes atletas para o Brasil”, disse.

A importância dos JEEMS também foi destacada pelo secretário de Esporte e Juventude de Tucuruí, Antônio Carlos de Souza. “Esses estudantes precisavam desse evento porque eles ficavam à margem dos jogos escolares com faixa etária limitada de até 16 anos.  Agora, eles vão poder participar de uma competição grandiosa, idealizada para eles, com intuito de valorizar a formação de homens honestos e conhecedores de seus deveres, enquanto cidadãos de Tucuruí”, destacou o secretário.

Os I Jogos Escolares do Município de Tucuruí (JEEMS) inscreveram 400 atletas que vão disputar as modalidades de FUTSAL (masculino e feminino), Handebol (masculino e feminino), Voleibol (masculino e feminino) e basquete (masculino e feminino), nas categorias de Sub-16 e 17 anos. Os confrontos começam nesta segunda-feira, 11, no ginásio Ismaelino Pontes.

As escolas representadas nos I JEEMS são: EEEM Ana Pontes Francez, Colégio Castro Alves, Colégio Elite, EEEM Raimundo Ribeiro de Souza, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFPA), Colégio Oswaldo Cruz, EEEM Rui Barbosa, EEEM Simão Jacinto e Colégio Sophos. A professora Mariana Barros, premiada na décima primeira edição do Prêmio Professores do Brasil, do Ministério da Educação, também elogiou a iniciativa dos JEEMS pelo retorno dos estudantes com idade acima de 16 anos. “Isso é muito bom, pois resgatou os jovens que não tinham idade para competir nos JETS e que agora vão poder mostrar seus talentos”, disse.

Quem quiser apoiar e torcer pelos estudantes do ensino médio de Tucuruí pode comparecer ao ginásio poliesportivo Ismaelino Pontes. Os jogos serão disputados durante uma semana com entrada grátis. O evento é uma realização da Prefeitura de Tucuruí, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Juventude, Secretaria Municipal de Educação e Cultura e uma rede de apoiadores das áreas da segurança, saúde e professores dos sistemas estadual e municipal de ensino de Tucuruí.

Secretário Antônio Carlos de Souza

Fogo olímpico ficará aceso até o final dos jogos.

Estudante Vanessa Karina conduziu o juramento dos atletas

 

Texto: Selma Amaral

Fotos: Rauber Soares

Tucuruí investe mais de R$ 30 milhões em obras estruturantes

Desde a construção da Usina Hidrelétrica, entre as décadas de 1970 e 1980, que o município de Tucuruí, localizado na região do Baixo Tocantins Paraense, não presenciava um cenário de desenvolvimento urbano com tantas obras estruturantes. São mais de R$ 30 milhões em investimentos nos projetos de urbanização que vão deixar a cidade mais bonita, valorizando a produção cultural, além de criar a logística intermodal de transporte em seus três eixos: aéreo, fluvial e terrestre.

As obras contemplam o complexo urbanístico da orla da cidade, incluindo o sambódromo; o estádio Navegantão, asfalto, estradas vicinais, aeroporto, serviços de drenagem, novas paradas de ônibus e um conjunto de pontes urbanas que vai ajudar na acessibilidade dos moradores.

“São obras em concreto, mas com grande valor sentimental porque vão melhorar a qualidade de vida das pessoas”, comenta o prefeito Artur Brito, que visita frequentemente os canteiros e acompanha de perto a evolução dos serviços.

O complexo da orla, onde está o sambódromo, segue com trabalhos acelerados. O sambódromo, antigo sonho dos promotores de Carnaval da cidade, terá multiuso. Construído no bairro da Nova Matinha, o novo espaço compreende a construção e funcionamento de 18 salas de aulas, cada uma com 48 metros quadrados, bibliotecas, áreas administrativas e um restaurante. O sambódromo será palco da festa de Momo e também local de estudo. “Quando o Carnaval passar, os camarotes se transformarão em salas de aulas para nossos estudantes”, explica o mestre de obras, José Antônio Lopes.

O Estádio Municipal Antônio Dias, o “Navegantão” recebeu melhorias na estrutura com serviços de pintura, drenagem e um novo gramado. O estádio é a casa do Independente Atlético Clube, o popular “Galo Elétrico”, Campeão Paraense em 2011. Com a reforma, o estádio ganha condições de abrigar os jogos de futebol e também receber o público com segurança e lazer.

Nas estradas vicinais, as obras alcançam mais de 70 km em serviços de terraplanagem. “As estradas são muito importantes para escoamento da produção da agricultura familiar. Por isso, nós conseguimos um convênio com o Governo do Estado para executar esses serviços e já estamos tocando as obras antes de o inverno chegar”, destaca o prefeito Artur Brito.

Além das estradas, as pontes também estão em obras de recuperação. A ponte do Marajá é uma delas. O engenheiro Tiago Campos, da MGM Construtora, espera que até janeiro de 2020, a obra esteja concluída. “Acreditamos que até o final do ano e início de 2020, a ponte seja entregue a comunidade”, almeja o engenheiro.

A Prefeitura de Tucuruí ainda está construindo outras dezenas de obras que vão deixar a cidade mais aprazível e com maior acessibilidade e lazer para os moradores. São equipamentos urbanos como a nova Praça do Rotary, no bairro Centro, paradas de ônibus, novas escolas, novas creches, obras de ampliação e reforma do aeroporto, visando ampliar a oferta de voos domésticos e comerciais.

Segundo o secretário municipal de Obras, Serviços e Habitação, Diego Armando, as obras estruturantes visam à implantação do sistema intermodal de transporte nos seus três eixos: terrestres, aéreo e fluvial.  “Tucuruí terá um sistema intermodal de transporte o que vai atrair novos investimentos de indústria, comércio, navegação entre outros”, explicou.

Os investimentos no setor da construção civil refletem diretamente na oferta de vagas para mercado de trabalho, já que o setor é o maior empregador do País. “Sabemos que ainda é pouco, mas estamos procurando novos investimentos para aplicar no funcionamento da cidade e gerar emprego, renda e mais qualidade de vida para os moradores de Tucuruí”, diz o prefeito Artur Brito.

Gestão de turismo será tema de Workshop em Tucuruí

As regiões turísticas do Pará estão sendo remapeadas já dentro do conceito do Programa Nacional de Regionalização, que visa à interação entre o Ministério do Turismo e as cidades brasileiras que precisam de investimento no segmento. Para entender melhor a matéria, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Turismo, vai promover em Tucuruí, no período de 27 a 28 deste mês, o workshop: desenvolvendo a gestão municipal do turismo com meta de elaborar o planejamento das ações da Estância de Governança da Região do Lago, que reúne sete municípios com vocação para pesca esportiva e turismo de aventura.

 

O secretário adjunto de Turismo do Pará, André Dias, explica que o programa de regionalização é uma política pública do Ministério do Turismo com foco nos territórios, visando à interação de todos os municípios envolvidos, além de apoiar a estruturação dos destinos com qualificação profissional e a promoção do turismo no País. Segundo Micheli Souza, interlocutora regional da Estância de Governança da Região do Lago de Tucuruí, outro objetivo do evento é a criação da rota turística, o que daria maior visibilidade ao potencial existente e maiores injeções de recursos.

Em Tucuruí, o maior cartão postal da cidade é a Usina Hidrelétrica, mas que só recebe visitantes mediante agendamento e sem nenhuma parceria com a Prefeitura Local. A beleza da queda d’água, gerada durante a abertura das comportas para passagem do volume das águas, também aparece como segundo ponto de visibilidade. Conjuntamente, a Estância de Governança da Região do Lago poderá ganhar mais força para fazer a captação de recursos. Para Micheli Souza, interlocutora da Estância, o importante é criação da rota turística que vai valorizar os elementos turísticos de todas as cidades da região do lago de Tucuruí.

 

As cidades de Tucuruí, Goianésia, Itupiranga e Jacundá já promovem torneio de pesca esportiva. Em Tucuruí, o turismo está sendo organizado há vinte anos e já se enquadra na legalidade, nas normas e orientações dos governos estadual e federal. O município ainda tem o Conselho Municipal de Turismo composto por empresariado e representantes do terceiro setor. Na gestão do prefeito Arthur Brito, o Departamento de Turismo está vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento.

 

Entre os principais roteiros turísticos de Tucuruí estão a Usina Hidrelétrica, lago de Tucuruí, pesca esportiva, e três ilhas já estruturadas para receber turistas, além de bosque, orla do rio Tocantins e a praia das Perdeneiras na área da jusante do rio. O reservatório de água da usina hidrelétrica acabou se transformando em berçários de várias espécies de animais e da pesca do tucunaré. Dois grandes Torneios de Pesca (TOPAM e TORTUC) devem retornar o calendário de eventos da cidade.

 

Para a diretora, o momento do turismo em Tucuruí é de planejamento e de esperança para o lançamento da rota turística. “Nós sabemos que o momento é de crise no Brasil, porém, temos que planejar as ações para melhoria do setor nas cidades do lago”, disse. A Estância de Governança da Região do Lago reúne os municípios de Tucuruí, Breu Branco, Jacundá, Goianésia, Novo Repartimento, Nova Ipixuna e Itupiranga.

 

O turismo é um segmento rentável, mas precisa de grande volume de investimentos, analisam os técnicos do setor. Esse ano, o Ministério do Turismo investiu R$ 418 milhões em 694 obras no país, em média, R$ 602.305,476 por obra. Os recursos foram aplicados em diferentes projetos de infraestrutura turística, segundo informações divulgadas pela Secretaria Nacional de Estruturação do Turismo, que monitora o desenvolvimento das intervenções. Entre os projetos entregues estão revitalização de praças, aquisição de equipamentos, construção de centros de eventos e pavimentação asfáltica.

 

 

 

Texto – Selma Amaral

 

Fotos: Rauber Soares

Complexo Cultural e Nova Orla de Tucuruí vão mudar realidade do Nova Matinha

O Prefeito Artur Brito integrou comitiva de visitação e acompanhamento das obras do Complexo Cultural de Tucuruí, que envolve o novo Sambódromo da cidade e uma Escola de Qualificação Profissional. As obras, realizadas pelo município em parceria com o Governo do Estado, se somam também à construção da Nova Orla de Tucuruí, no bairro da Nova Matinha. A previsão é de que em 12 meses Tucuruí tenha um novo cartão postal.

Prefeitura de Tucuruí Esclarece

Candidatos do Enem de Tucuruí terão gratuidade nos ônibus no próximo domingo

Os candidatos que farão a prova do Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM), em Tucuruí, no próximo domingo, 10, terão gratuidade na passagem entre o seu local de moradia e o ponto das provas. A medida foi anunciada pelo Governo do Estado do Pará, na tarde desta quarta-feira, 6, após acordo realizado com o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Belém (SetransBel), entrando em vigor às zero hora de domingo (10) e se estendendo até às 23horas e 59 minutos do mesmo dia.

 

A gratuidade é para o sistema de bilhetagem eletrônica “Passe Fácil”. Belém, Marabá, Santarém e Tucuruí são as primeiras cidades beneficiadas com a medida do Governo do Estado, mas até o final de semana, outra lista com municípios contemplados deverá ser publicada.

 

Em Tucuruí, o secretário municipal de Educação Ruberval Marco, disse que a gratuidade vai beneficiar aproximadamente 4.200 candidatos, que farão as provas em oito locais da cidade. A passagem de ônibus em Tucuruí custa R$ 3,90 e a gratuidade representa uma economia para os candidatos. Para ter direito ao benefício basta o candidato apresentar seu cartão “Passe Fácil Estudantil”, o comprovante de inscrição do exame e a identidade.

 

Em Belém 94.978 mil estudantes têm o cartão ativo no sistema da Região Metropolitana da capital e com dois mil ônibus operando no sistema de transporte de passageiros.

 

No próximo domingo (10) será realizada a segunda prova do ENEM com cinco horas de duração para responder 45 questões de matemática e suas tecnologias e 45 questões de Ciências da Natureza e suas tecnologias. A primeira prova foi realizada no domingo passado, dia 3, com cinco horas e meia de duração com 45 questões objetivas de Ciências Humanas, 45 de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, além da redação com o tema “Democratização do Acesso ao Cinema no Brasil”.

 

O gabarito oficial para fins pedagógicos será publicado no dia 13 de novembro. Já o resultado do Enem 2019 está previsto para janeiro de 2020.

 

O Instituto Nacional de Estatísticas e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), realizador do ENEM, recomenda que os estudantes cheguem ao local do exame com antecedência de uma hora. Os portões se abrirão ao meio-dia (12h), pelo horário oficial de Brasília, e serão fechados às 13h. Em 2019, não há horário de verão.

 

 

 

SERVIÇOS ENEM 2019

 

 

 

O que é obrigatório levar para a prova do Enem

 

caneta esferográfica de tinta preta e fabricada em material transparente;

documento oficial com foto

O que é aconselhável levar para a prova

Cartão de Confirmação de Inscrição;

Declaração de Comparecimento impressa (caso precise do documento).

 

O que é proibido

borracha;

corretivo;

chave com alarme;

artigo de chapelaria;

impressos e anotações;

lápis;

lapiseira;

livros;

manuais;

régua;

óculos escuros;

caneta de material não transparente;

dispositivos eletrônicos (wearable tech, calculadoras, agendas eletrônicas, telefones celulares, smartphones, tablets, iPods, gravadores, pen drive, mp3, relógio, alarmes);

fones de ouvido ou qualquer transmissor, gravador ou receptor de dados imagens, vídeos e mensagens.