A 88ª Junta de Serviço Militar de Tucuruí empossou nesta sexta-feira (17) o seu novo presidente. Em cerimônia realizada nas dependências do Ginásio Poliesportivo o Prefeito Artur Brito foi empossado como presidente, cumprindo a Lei e o Regulamento do Serviço Militar (Artigo 11 da Lei Nº 4375/1964 e artigo 29 do decreto 57.654/1966).

A cerimônia contou com a presença de autoridades do município e na oportunidade, os jovens dispensados do serviço militar inicial prestaram o juramento à bandeira.

Compuseram a mesa dando início a cerimônia, além do Prefeito, o vereador Joaquim Pepino, representando a Câmara Municipal de Tucuruí, o Tenente Coronel Mario André Gomes de Lima, Comanadante do 13º BPM, Major Eder Cordova da Silva, Subcomandante do 23º Esquadrão de Cavalaria de Selva, o Major Augusto César da Silva Teixeira, Subcomandante do 13º Batalhão da Polícia Militar, os vereadores Gualberto Neto e Francisco Vieira, o 1º Tenente Marco Antônio Nunes da Silva, Delegado do Serviço Militar, e Edilson Holanda Braga Junior, secretário de Apoio à Segurança Pública.

Na ocasião, Artur Brito assumiu o compromisso de fazer cumprir deveres relativos ao serviço militar a fim de que Tucuruí contribua para o exercício da cidadania e o engrandecimento do país. “É uma honra para mim, como brasileiro, assumir a presidência e fazer parte da história do Exército Brasileiro, que tanto nos orgulha e tanto faz por nossa cidade”, disse o prefeito Artur Brito.

Ele ainda reforçou que a JSM é um órgão da Prefeitura Municipal e o quanto esta parceria entre município e o Exército Brasileiro é importante para a cidade.

O 1ª Tenende Marcos Antônio, delegado da Junta de Serviço Militar, destacou o evento como de suma importância dentro do serviço militar.

Por lei, a Junta, que é ligada ao Gabinete do Prefeito, é o órgão executor do Serviço Militar de responsabilidade do município. À prefeitura cabe a responsabilidade pelo alistamento que é coordenado pela Circunscrição de Serviço Militar. O serviço militar consiste no exercício de atividades específicas desempenhadas nas Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) e compreenderá, na mobilização, todos os encargos relacionados com a defesa nacional. “Os jovens se alistam no ano em que completam 18 anos, e se selecionados servem as forças armadas. Caso não seja selecionado, ele recebe o CDI, documento que comprova que o mesmo cumpriu com a sua obrigação militar”, observa o delegado.

O órgão está localizado em novo endereço, na Avenida Veridiano Cardoso, s/n, bairro Bela Vista. No local, o jovem pode procurar informações sobre como fazer o alistamento militar. Também é possível buscar a segunda via do Certificado de Dispensa Militar (CDM) e o local onde ocorrerá o juramento à bandeira feito pelos jovens dispensados do serviço.