Educadores de Tucuruí foram mobilizados neste sábado (10) para estudar, conhecer e discutir a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Organizado pela Secretaria de Educação e Cultura, o Dia D2 da BNCC, tem apoio do Ministério da Educação e é o momento de discutir e definir as ações e projetos educavionais para atender os alunos da educação infantil, dos anos iniciais, EJA, educação indígena, no campo e especial, além dos anos finais.

A mobilização contou com a participação de professores, gestores e técnicos de educação, que ficaram reunidos nos colégios Zolima Tenório, Fernando Guilhon e Ana Pontes Francês. O objetivo é orientar suas escolas quanto às discussões da BNCC em todos os níveis do ensino.

Para a secretária de Educação e Cultura, Vanessa Zavarese, essa é mais uma forma de fazer com que todos conheçam a proposta desta etapa de ensino da BNCC. “Essa iniciativa visa dar voz ao professor que está na sala de aula, a todos que trabalham diariamente para implementar um novo ensino em Tucuruí, que olhem para as perspectivas e ajudem a melhorar ainda mais os resultados”, enfatiza.

Edilson de Araújo, professor de inglês, diz que e um momento muito importante para melhorar todas as metodologias e consolidar essas mudanças.

Antônio Boahdana, professor de história, destaca que a participação das escolas e professores, do campo e na cidade, no debate será importante e estratégica para melhorar a realidade dos estudantes do campo sobretudo.

A coordenadora do Ensino Fundamental 1, Elizângela Damasceno, comenta que esse é o momento de definir a identidade de ensino no município sendo a contribuição de todos os professores que estão com a mão na massa todos os dias nas escolas, o principal ponto para construção do currículo escolar.

Nos encontros, os professores, diretores e técnicos formulam respostas específicas e sugestões de como fazer e consolidar o ensino para disciplinas alvo dos debates na base ( língua portuguesa, ciências humanas, ciências da natureza, linguagem e matemática).